O PÚBLICO-ALVO DA EDUCAÇÃO ESPECIAL NA EDUCAÇÃO INFANTIL DE NITERÓI: ENTRE DIAGNÓSTICOS E DIREITOS. THE TARGET AUDIENCE OF SPECIAL EDUCATION IN EARLY CHILDHOOD EDUCATION FROM NITERÓI: BETWEEN DIAGNOSTICS AND RIGHTS

Fernanda Viannay Siqueira dos Santos, Rosane Barreto Ramos dos Santos, Paulo Pires de Queiroz

Resumo


Considerando a especificidade da educação especial na perspectiva inclusiva e a dificuldade na execução de políticas públicas favoráveis ao processo de inclusão dos alunos com deficiência, objetivamos, neste trabalho, investigar os critérios de identificação e de inclusão dos alunos, público-alvo da educação especial da Rede Municipal de Niterói. Para isso, examinamos os documentos oficiais da política de educação inclusiva do município. Na tentativa de contribuir para desvelar caminhos que atendam às expectativas direcionadas para um atendimento de qualidade, este trabalho pontua os avanços e retrocessos da educação inclusiva na Rede Municipal de Niterói, destacando a necessidade de articulação entre os sistemas de apoio, responsáveis pela promoção da educação inclusiva na Rede.


Palavras-chave


Educação. Saúde. Inclusão. Avaliação diagnóstica. Education. Health. Inclusion. Diagnostic evaluation.

Texto completo:

PDF

Referências


BEYER, O. H. Inclusão e avaliação na escola de alunos com necessidades educacionais

especiais. Porto Alegre: Mediação, 2005.

FME. Portaria FME no 87/ 2011. Proposta Pedagógica. Rede Municipal de Educação de

Niteroi, Niteroi: FME, 2011. Disponível em: http://www.educacao.niteroi.rj.gov.br/ Acesso em:

jun. 2017.

FONTES, Rejane De Souza. A educação inclusiva no município de Niterói (RJ): das propostas

oficiais às experiências em sala de aula – o desafio da bidocência. Tese (Doutorado em

Educação) ed. Rio de Janeiro: Universidade do Estado do Rio de Janeiro, 2007. 210 p.

MANTOAN, EGLÉR, Maria Teresa. Inclusão escolar: O que é? Por quê? Como fazer? 2a ed. São

Paulo: Moderna, 2006.PAULON, et al. Documento subsidiário à política de inclusão. Brasília:

Ministério da Educação, Secretaria de Educação Especial, 2005.

PAULON, et al. Documento subsidiário à política de inclusão. Brasília: Ministério da educação,

Secretaria de Educação Especial, 2005.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Direitos autorais 2018 Fernanda Viannay Siqueira dos Santos, Rosane Barreto Ramos dos Santos, Paulo Pires de Queiroz

A RevistAleph está indexada em:

         

       

Resultado de imagem para Latindex